O casamento está chegando, a lista de convidados está sendo feita e de repente você se dá conta que existe mais pessoas do que deveria. E agora?

Isso é uma coisa muito comum de acontecer na preparação da festa, os noivos acabam se empolgando e lembrando de muitas pessoas e, no fim das contas, uma lista gigante acaba aparecendo.

O que fazer nessas horas? Cortar convidados é sempre algo difícil a se fazer e os critérios para realizar isso parecem ainda mais difíceis.

Pensando nessa dificuldade em comum que muitos casais apresentam, montamos aqui um artigo com dicas para facilitar essa redução.

Como Diminuir O Número De Pessoas Na Lista De Convidados?

Como Diminuir O Número De Pessoas Na Lista De Convidados

A lista de convidados geralmente é um dos momentos mais tensos na hora de preparar o casamento. Isso porque é por meio dela que você vai decidir quem você quer que esteja junto a você nesse momento tão especial.

Mas, como sabemos, o orçamento para fazer um casamento nem sempre sai barato. Muitas vezes, o salão cobra por número de convidados.

Então para que você possa realizar uma festa que caiba naquilo que você deseja, é essencial que você pense bem na escolha de convidados.

Muita gente que acaba entrando na lista não faz parte do ciclo de convivência do casal. Portanto, tê-los nesse momento, ainda que sejam conhecidos, não faz muito sentido.

Para te ajudar nessa difícil decisão, separamos alguns tópicos para que você acerte em suas escolhas, pronta?

1. Convide apenas os parentes próximos e que você faz questão

Basta você dizer que vai casar que as pessoas começam a aparecer do nada. Muitos casais se sentem intimidados e acabam incluindo essas pessoas em sua lista de convidados.

No entanto, o casal deve pensar que o casamento é algo importante para os dois e que deve ser comemorado junto daqueles que verdadeiramente contribuem com a felicidade do casal no momento.

Portanto, comece pelos parentes e selecione aqueles com quem você tem mais intimidade. Quando se fala de parente fica difícil tomar esse tipo de decisão porque muitos dos quais você conhece, podem acabar ficando de fora desse momento.

Então, use como critério a afinidade entre o parente e o casal. Lembre-se que esse é o item mais importante na hora de montar sua lista.

2. Amigos que não são tão amigos

Todo mundo tem aquele amigo que um dia já foi muito próximo, mas hoje nem se falam direito. É triste ter que decidir cortar essas pessoas da sua lista pois geralmente, elas são pessoas com que você gostaria de compartilhar esse momento se estivessem mais próximas.

No entanto, como isso não é possível, não pense duas vezes antes de cortá-los de sua lista de convidados. Reserve esse momento para aqueles que realmente são mais próximos a você.

3. Avalie os vizinhos que entrarão em sua lista de convidados

Reavalie se o seu vizinho é realmente necessário de entrar em sua lista. Aqui, não estamos falando daquelas pessoas que compartilham suas casas e tem uma ótima relação com você.

Estamos falando sobre aquele vizinho de corredor, que você só fala o básico e colocou na lista por conta da empolgação.

4. Conhecidos dos pais

É clássico, os pais sempre querem trazer seus conhecidos para fazer parte do seu casamento. No entanto, por mais difícil que seja dizer não, é mais que necessário ser firme nessas horas.

Isso porque muitas vezes, o conhecido não é nem próximo de você. O importante aqui na hora de dizer não é conversar com os pais e deixar claro os valores do buffet e que a inclusão de tal pessoa, deixaria de fora outras mais importantes.

Lista de convidados casamento

5. Faça as contas antes de realizar a lista de convidados

Antes de realizar a lista de casamento, faça as contas de quanto você pode gastar na contratação de buffet. Se o buffet contratado cobra R$100 por pessoa, e o seu limite de gasto para alimentação é de R$ 15 mil.

Logo, você não poderá ultrapassar a margem de 150 pessoas. Então, pense se você quer um casamento mais intimista ou algo maior. Tudo dependerá do seu orçamento.

A partir daí, fica um pouco mais fácil tomar a decisão das pessoas realmente importantes para comemorar esse momento com você.

6. Colegas de trabalho

Aqui, você precisa ser ainda mais criteriosa. Se você não tem um vínculo de amizade com os colegas fora do ambiente de trabalho, então chamá-los não é necessário.

A não ser que você faça muita questão, mas, como dissemos, priorize aquelas pessoas que possuem vínculos verdadeiros de amizade e aproximação do casal.

Essa regra também se aplica ao seu chefe. Não deixe que os rótulos de hierarquia se sobressaiam nesse momento e você chame alguém só por educação.

7. Convide só quem é necessário

Depois de você estipular seu orçamento e verificar quantas pessoas é possível convidar, divida o número de convidados com o seu marido.

Assim, você terá uma parcela de pessoas a convidar e ele também. No fim, revejam a lista de cada um, juntos para que se chegue a conclusão que realmente são essas pessoas que vocês querem ter no casamento de vocês.

É importante que se tenha um consenso e avalie por critérios de proximidade e afinidade, aqueles que farão parte deste momento.

É essencial que os dois usem os critérios aqui citados para que possam realizar sua lista sem dúvidas.

Uma dica é você colocar na folha de papel todas aquelas pessoas que você chamaria para o seu casamento e ir cortando os nomes baseado nesses critérios.

Conclusão

Conclusão

A parte de lista de casamento é complicada, no entanto, ela não precisa ser algo sacrificante e você não precisa convidar aquelas pessoas que não são necessárias só por educação.

Pense sempre que você estará pagando por cada convidado da festa, sendo assim, é fundamental que você fique feliz de estar pagando pela presença de uma pessoa que você quer com você neste momento.

Nos conte nos comentários se está com dificuldades nessa tarefa e se nossas dicas te ajudaram. Aproveita e compartilhe-a com suas amigas que também estão nessa etapa de planejamento!