Encontre seu fornecedor ideal aqui

RESERVA de emergência: como e onde investir?

Hoje é dia de conteúdo sobre educação financeira com a equipe da Valor Investimentos e blog Vai Investir. E nunca foi tão importante abordamos o tema sobre reserva de emergência.

Ter uma reserva financeira para utilizar em momentos de necessidade é algo importante na vida de qualquer pessoa. Afinal, o objetivo do fundo emergencial é manter uma quantia investida para que você lide com eventuais problemas sem apertar seu orçamento.

Mas onde investir o dinheiro da reserva de emergência? Esta é uma pergunta apropriada, já que existem diversos detalhes a considerar.

Por exemplo, é preciso escolher um investimento que seja seguro e apresente alta liquidez. Do contrário, há o risco de não poder contar com o valor quando precisar dele.

Então, que tal aprender tudo sobre o assunto e descobrir como e onde investir o seu fundo de emergência para manter uma vida financeira mais tranquila e segura? Confira a partir de agora!

Por que a reserva de emergência é importante?

A reserva emergencial é, como você já sabe, um montante que deve permanecer disponível para resgate imediato para urgências dos mais diversos tipos. Seja a perda de um emprego, problemas com a casa ou o carro, entre outros – é sempre importante contar com esta reserva para evitar apertos financeiros.

Normalmente, é indicado que a reserva financeira seja composta por 6 meses da sua renda ou dos seus custos mensais. Para autônomos, por exemplo, e outros profissionais que não possuem uma previsibilidade de ganhos, o fundo de emergência pode ter até 12 meses da sua renda mensal.

Agora que você já sabe o que é o fundo de emergência, vale a pena falar um pouco mais sobre a relevância desta reserva – tão negligenciada por muitos – para o seu planejamento financeiro.

Vamos começar com alguns conceitos.

O que é reserva de emergência?

Reserva de emergência nada mais é do que um montante que você pode resgatar a qualquer momento para urgências – como quando você tem problemas de saúde, com a casa, carro, após sair de um emprego e por aí vai.

Para fazê-la calcule todos os seus gastos mensais – e guarde o equivalente a 6 meses daquilo. Se você gasta R$ 2 mil por mês, por exemplo, sua reserva de emergência deve ser de R$ 12 mil.

Com ela você se mantém despreocupado, por exemplo, em um momento de crise, evita situações desagradáveis e tem muito mais independência financeira.

Antes de começar a sua reserva de emergência… é claro que você vai precisar estar completamente livre de dívidas, com total controle da sua renda e também dos gastos mensais. Para te ajudar nessa, separamos também alguns aplicativos para economizar dinheiro que, sem sobra de dúvida, poderão te ajudar ao longo da jornada.

Veja o que a reserva de emergência pode proporcionar a você:

Liberdade financeira

Ter um dinheiro reservado promove maior independência e evita situações desagradáveis, como a de pedir ajuda financeira para alguém conhecido. No caso de empréstimos, é ainda mais complicado – por conta do pagamento de juros.

Logo, é possível que você saia da emergência endividado e precise manter o orçamento apertado por mais tempo. Não é o que acontece quando há uma reserva montada especialmente para momentos de dificuldade, não é mesmo?

Aprender a poupar, investir o dinheiro, fazer um bom planejamento financeiro… tudo isso faz parte do jogo. A valor Investimentos te ajuda a conquistar sua independência financeira com conforto, tranquilidade e bem-estar.

Equilíbrio na crise

Em situações de crise, o fundo emergencial é ainda mais importante. Além do suporte financeiro, ele ajuda a manter o controle emocional em períodos desafiadores. Não é fácil enfrentar problemas nas finanças, mas com ele fica mais confortável.

Como citamos, é indicado que você poupe de 6 meses a 1 ano do seu custo de vida na reserva de emergência. Então, em um momento crítico, alguém que tenha o valor reservado consegue ficar mais tranquilo e seguro para tomar decisões financeiras.

Suporte para pessoas e empresas

Não são apenas as pessoas físicas que se beneficiam do fato de saber como e onde investir um fundo de emergência. Ele também é necessário para as empresas – que podem viver desafios em relação às receitas em alguns momentos.

Assim, contar com uma quantia para garantir pagamentos e manter um fluxo de caixa satisfatório é uma forma que os negócios têm de manterem o equilíbrio mesmo em um mercado sazonal. De fato, as reservas se tornam indispensáveis para quem busca estabilidade.

Como e onde investir a reserva de emergência?

Se você gostou de conhecer o conceito de reserva de emergência e tem interesse em montar o seu, chegou a hora de saber como e onde investir o dinheiro. O mercado financeiro apresenta muitas opções e nem todas são adequadas para esse objetivo.

Afinal, a reserva para emergências apresenta particularidades relevantes. Não é aconselhável, por exemplo, manter a reserva em investimentos de renda variável. Eles apresentam maiores riscos e não facilitam a tarefa de resgatar o dinheiro a qualquer momento.

Por isso, dois aspectos essenciais para saber onde investir são a liquidez e a segurança. Geralmente, ativos de renda fixa servem bem às necessidades. Entretanto, nem todos eles cumprem os requisitos. Saiba aqui quais são os primeiros passos para investir.

Conheça algumas das melhores opções:

Fundos DI

Fundos DI são um tipo de fundos de investimento. Trata-se de uma modalidade coletiva na qual o capital investido por um grupo é alocado em determinados ativos. Nesse tipo específico, o portfólio foca em títulos que rendam de acordo com a Selic ou o CDI.

Assim, uma das características dos fundos DI é a segurança, pois eles mantêm o patrimônio investido em aplicações da renda fixa. Eles também apresentam liquidez diária. Ou seja, os resgates podem ser solicitados praticamente a qualquer momento do dia.

Tesouro Selic

Outra opção onde se costuma alocar o fundo de emergência é o Tesouro Selic. Ele é um título público emitido pelo Governo Federal por meio do programa Tesouro Direto. Um de seus principais aspectos é a liquidez.

Os resgates do Tesouro Selic podem ser solicitados todos os dias úteis, sem perdas do valor investido ou dos rendimentos conquistados até o momento. Então, oferece o conforto que se deseja para investir a reserva emergencial.

Vale destacar que o Tesouro Selic também está entre os investimentos mais seguros do mercado, já que é oferecido pelo próprio Governo Federal do país.

CDBs de liquidez diária

Por fim, além dos fundos DI e do Tesouro Selic existe a opção de investir seu fundo de emergência em bancos privados – especificamente em títulos de CDB com liquidez diária. O funcionamento é semelhante ao que apresentamos anteriormente.

Você também pode pedir resgates sem perder rendimentos e a alternativa é um investimento seguro. Ainda que o banco emissor não apresente tanta segurança, o título é coberto pelo Fundo Garantidor de Crédito.

Fique atento apenas ao fato de que existem diversas alternativas de CDB no mercado e nem todos apresentam liquidez diária. Portanto, certifique-se de colocar sua reserva em um título desse tipo.

A poupança é uma boa opção?

É comum ter dúvidas sobre deixar o fundo de emergência em uma conta poupança. De fato, ela apresenta algumas particularidades interessantes – como a liquidez e a segurança. Entretanto, acaba não se tornando uma boa opção.

O motivo é que existem aplicações com as mesmas vantagens da poupança e, ao mesmo tempo, mais interessantes em termos de rentabilidade. Então, por que não aproveitar os benefícios e ainda ter um rendimento a mais? Veja aqui alguns tipos de investimento melhores do que a poupança para você garantir o crescimento do seu patrimônio financeiro.

Os títulos que apresentamos têm facilidades semelhantes às da poupança e oferecem taxa de juros maior para os investidores. Desse modo, você deixa sua reserva segura e diminui os riscos de perder dinheiro para a inflação – o que pode acontecer com maior frequência na caderneta de poupança.

Aproveitando o embalo, veja 5 tipos de investimentos para saber onde investir 5 mil reais .

Você acompanhou algumas informações fundamentais sobre o que é e onde investir o fundo de emergência. E entendeu a importância desta soma para o seu planejamento financeiro.

Então comece o quanto antes a organizar o seu conforto financeiro para momentos desafiadores a partir da formação da reserva emergencial. Afinal, sempre vale a pena estar preparado para imprevistos!

Conte com ajuda especializada

Ainda em dúvida sobre como começar a sua reserva de emergência e, principalmente, em onde deixá-la?

Você quer ajuda personalizada para encontrar as melhores opções para alocar sua reserva de emergência e para realizar outros objetivos financeiros? Entre em contato com a equipe da Vai Investir – Plataformas de conteúdo do país – e receba todo o suporte necessário para fazer escolhas de investimento cada vez mais inteligentes!

Por aqui acreditamos que a educação financeira transforma sonhos em realidade o tempo todo. Aproveite e visite as redes sociais da www.vainvestir.com.br para ficar por dentro de dicas de finanças, investimentos e qualidade de vida. Estamos no Facebook , Instagram e Youtube

Você pode também falar com um especialista clicando abaixo:

Para mais conteúdos sobre educação financeira clique aqui.

Artigos relacionados

Envie sua história

Gostaria de ver sua história contada no Dentro do Casamento?

Se você quer ver sua história no nosso blog e compartilhar com a gente as fotos do seu casamento, chá de panela, chá de lingerie, noivado, save the date, pré-wedding, pós-wedding, renovação de votos e bodas de casamento, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Iremos entrar em contato caso a matéria tenha sido aprovada pela nossa equipe.

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a loja
    ×