Oie meus amores!

Hoje o conteúdo é de utilidade pública! A Dra Anna Carolina Cesquim, dermatologista parceira do blog, fez uma matéria super importante a respeito do uso da máscara e seus desdobramentos.  Se você gostar do conteúdo compartilha com mais pessoas para terem conhecimento fundamentado sobre esse tema.

Recomendadas como medida de controle para barrar o avanço do novo coronavírus, as máscaras de proteção terão que ser usadas obrigatoriamente por todos nós nas ruas, nos estabelecimentos comerciais, coletivos e veículos em circulação em diversos Estados.

Mas se por um lado o acessório é um aliado na proteção contra a Covid-19, por outro, é preciso ter alguns cuidados na sua utilização. O uso prolongado de máscara pode danificar a pele do rosto.

As alterações mais frequentes inicialmente são descamação ou vermelhidão ligeiros, mas que podem evoluir para eczema irritativo. O uso contínuo e por período prolongado pode levar a uma dermatite de contato física. Essa é um tipo de inflamação causada na pele pelo contato e fricção com algum objeto, especialmente quando em uso de máscaras que exercem pressão na pele (do tipo N95 ou FFP2, por exemplo).

Pessoas que já tenham doenças crônicas de pele previamente identificadas, como acne, rosácea, dermatite atópica, dermatite seborreica ou psoríase podem apresentar piora dessas afecções.

DICA DE OURO: Dê preferência para máscaras de algodão já que é um tipo de tecido com menor probabilidade de causar irritações na pele. A máscara deve ter duas ou três camadas, sendo a primeira (aquela em contato com a pele) feita de algodão.

CUIDADOS ANTES DE COLOCAR A MÁSCARA

-Entidades como a Organização Mundial da Saúde ou Centro Europeu para Prevenção e Controle  de Doenças não recomendam a aplicação de cremes e maquiagem antes da colocação da máscara.

-Lave bem o rosto com sabonete específico para o seu tipo de pele e aplique filtro solar (de preferência o branco, sem cor, para não atrapalhar a proteção da máscara).

-Aplique produtos de cuidado com a pele e maquiagem, caso deseje, apenas na parte do rosto descoberta pela máscara.

-Caso sinta ardência, prurido, irritação, coloque compressas de algodão entre a pele e a máscara, para reduzir a irritação.

-Para diminuir a fricção da máscara com o rosto, cole micropore no seu rosto onde seria toda a extensão da superfície de contato da máscara.

– Se você precisa usar a máscara todos os dias evite o uso de cremes contendo retinóides, alfa-hidroxiácidos, mais comuns nos cremes de anti-envelhecimento ou a realização de limpezas de pele, esfoliações ou peelings químicos neste período, para evitar o desenvolvimento de eczema de contato irritativo.

O QUE FAZER QUANDO NÃO TIVER UTILIZANDO A MÁSCARA?

-Reforce a hidratação da pele com cremes emolientes. Use cremes com formulações simples e com os quais já tenha uma boa experiência de utilização.

-Invista na água termal, com uso várias vezes ao dia para acalmar e hidratar a pele.

-Se tiver uma doença de pele diagnosticada, os tratamentos de manutenção ou SOS devem, em princípio, ser mantidos, salvo se surgirem reações inesperadas ou por indicação do seu médico Dermatologista.

Para marcação de consulta:
⚜️Dra. Anna Carolina Cesquim/ CRM: 11020 e RQE: 11010
☎️ (27) 3340-1400 | (27) 99831-2285 (whatsapp)
📧 [email protected]com
📍 Torre Sul, Shopping Praia da Costa, Vila Velha-ES