São muitas regras e algumas controvérsias quando o tema é endereçar os convites de casamento, não é mesmo?

Após a dificílima missão de elaborar a lista de convidados, passamos para a segunda fase, que pode ser também muito complicada.

É obrigatório o uso do Sr. e Sra.? Se são amigos íntimos, posso chamá-los pelo apelido? Devo colocar o nome de quem tenho mais amizade?

Os ritos do casamento são cercadas de tradições centenárias que até hoje são seguidas por muitos casais. A maioria dos noivos tem optado por inovar em questões como a decoração, no tipo de lembrancinhas, no convite dos padrinhos, na escolha da música para entrar na igreja… Mas quando o assunto é o convite de casamento e o seu endereçamento, muitos noivos seguem optando pelo tradicional, apesar de não ser regra.

Vamos dar  algumas dicas para vocês escolherem a forma que tenha mais a ver com a essência do casal.


Você pode escolher  fazer um endereçamento para cada família, da seguinte forma:

  • Quando for convidar apenas o casal:

Sr. e Sra. Filipe Ambrósio ou Sr. Filipe  e Sra. Jéssica

  • Amiga da família que tem apenas uma filha:

Jéssica Dias e Valentina

  • Casal com filhos:

Sr. Filipe Ambrósio e família

Porém, quando os filhos já são adultos (principalmente se já têm suas próprias famílias), o ideal é fazer convites separados.

  • Duas irmãs na mesma casa:

Tainã e Jéssica Dias

  • Casais que vivem juntos, mas com sobrenomes diferentes:

Sr. Filipe Ambrósio e Sra. Jéssica Dias 

ou 

Sra. Jéssica e Sr. Filipe Ambrósio

  • convidar uma amiga (ou amigo) solteira, deve ser escrito apenas o nome completo, sem o Srta.  

Jéssica Dias

  • Para convidar familiares próximos, você pode fazer  de forma amorosa:


Aos queridos pais… Aos queridos avós… À querida irmã …

  • ah… Os padrinhos também podem ser convidados da mesma forma:

Aos queridos padrinhos Roberta  e Lucas

  • Quero convidar uma amiga que é viúva ou divorciada e tem filhos:

Sra. Maria Dias e Família

  • E quando os convidados possuem títulos (Doutor, Excelência etc.), é necessário utilizar o pronome de tratamento: 

Se for feito de maneira formal (ambiente profissional, por exemplo), deve-se usar o título sim;
Porém se for alguém de seu convívio frequente (amigo ou parente), o mais indicado é utilizar a forma igual aos demais convidados.

  • Convite para os colegas do trabalho?

Sempre um convite individual para cada pessoa, seguindo as regras já mencionadas. Se vocês colocar um convite no mural da empresa,  seus colegas poderão não perceber quem você quer convidar e ou ainda correm o risco de entenderem que todos estão convidados, incluindo as suas famílias.

  • Amigos que só chamam pelo apelido:

Se você chama o amigo pelo apelido e todo mundo o conhece assim, também é aceitável no convite, como:

Edu Dias.

Mas evite apelidos demasiadamente informais, como Fê, Bolinha, Docinho, Mozim, etc.

É possível  também escolher um modelo que se encaixe a todos os convidados, e a forma mais simples  que é apenas colocando o nome e sobrenome e deixar a opção de plus one quando for o caso.

Seja qual for o estilo de endereçamento que escolherem o mais importante é que os nomes de seus convidados estejam escritos de forma correta. Confirmem com cada um deles o seu nome e sobrenome antes de enviar a lista para o calígrafo ou gráfica. Apesar de ser  um grande trabalho, ninguém quer passar o constrangimento de entregar o convite com o nome errado.

Se for preciso enviar um convite pelos correios, ou deixar na caixa de correio, o ideal é que não  escrevam o endereço no próprio envelope do convite e ainda proteja o convite com um saco plástico transparente e coloquem dentro de outro envelope (este sim com o endereço).

Esses cuidados são importantes pois caso o papel molhe ou se suje a meio do caminho, o envelope do convite não será danificado.

E uma última dica muito importante sobre esse assunto: Vocês não devem agradar a ninguém nesse momento, por conta de detalhes pequenos. Nunca é demais relembrar que vocês são os anfitriões da festa e aqueles que são celebrados neste dia, então a vontade de vocês deve prevalecer! 🙂 Isso não é questão de antipatia, mas de sonho envolvido e respeito quanto a isso. Mas vale a pena destacar também que o possível “não” que vocês terão que dá muitas vezes, pode ser com delicadeza e educação, mostrando os motivos. Não precisamos usar de grosseria, porque isso pode afastar pessoas do seu convívio, que te amam, amam o casal, na fase do casamento. 

Gostaram?

Esperamos ter ajudado!

bjos!